segunda-feira, 26 de julho de 2010

Dores nas pernas - Dra Natureza dá uma ajudinha!



O problema das dores nos pés e pernas é muito comum em consultório. 

Pode ser devido ao trabalho em excesso, cada vez mais e menos descanso no dia a dia. 

Devido a esta circunstância pode haver muitas complicações como contrações do músculo em qualquer parte das articulações, no pé e igualmente nos quadris. 

A dor nos pés e pernas também podem se dar,  devido ao lazer em excesso, aos exercícios, ao cansaço dos músculos, devido a uma contração terrível dos músculos involuntários e também devido à circulação de sangue imprópria no pé e nos joelhos dos quadris.

Às vezes as dores podem igualmente ser causadas devido à tensão nervosa e à formação de protuberância pela coagulação de sangue.

A dieta imprópria, alimentos que não são ricos em cálcio,  potássio,  vitaminas, e igualmente nos minerais necessários para o crescimento do osso - nas epífeses - em especial na criança.

O problema da dor nos pés e pernas podem ser diminuidos com a ajuda dos tratamentos naturais.

Aqui explano alguns dos tratamentos tradicionais:

1. Cha de Feno Grego.

2. Se a dor for precedida por atividades físicas em excesso, use chá de Bardana.

3. Faça massagens regularmente em seus pés, quadris, coxas e pernas  no sentido descendente com óleo vegetal de Arnica. 

4. Se as dores são causadas por varizes o chá escolhido é Castanha da Índia e Hamamelis, existem algumas pomadas no mercado que contém essa mistura.
5. Falta de circulação nas pernas, a escolhida é a Centella asiatica. Em chá ou tintura.

6. Se a causa for artrite das grandes articulações - joelhos e quadris - Sucupira.

7. Caso seja inflamação por pinçamento do nervo ciático: Unha de Gato + Garra do Diabo

6. Hidroterapia de contraste melhora a atividade nervosa e circulatória da região.

7. Geoterapia com Argila Verde + Tintura de Centella Asiática (além de dar um chega pra lá na celulite) melhora muito a circulação.

8. Pra quem dançou demais - Pedilúvio (escalda pés) quentinho com óleo essencial de Palma Rosa e ainda Lavanda ou Tea Tree se houverem bolhas. Coloque umas bolinhas de gude e massageie. A sensação é incrível!

Mas antes de optar por um dos tratamentos acima, fique atento às seguintes recomendações:

* Consulte um naturólogo e conheça as interações e contra indicações. Um trabalho de atenção farmacológica é essencial em qualquer tratamento natural.

** Se persistirem os sintomas, consulte seu médico.

*** As dores nas pernas são a principal causa de reclamações nos consultórios dos angiologistas e, conforme as estatísticas comprovam, estão, na maioria das vezes, relacionadas diretamente aos problemas circulatórios. Esse quadro clínico pode ser agravado, ainda, pela associação de duas ou mais doenças, o que acontece comumente e pode dificultar o diagnóstico até para profissionais experientes.

Há, no entanto, algumas características da dor que facilitam a busca pela doença responsável por ela. Dores com sensação de peso, por exemplo, que vêm associadas a inchaço e câimbras, aumentando no fim do dia e após longos períodos em pé, costumam indicar varizes. Elas são resultado da dilatação dos vasos sanguíneos, que pode ser provocada por alterações hormonais, sedentarismo, obesidade e fatores genéticos.

Já a sensação de queimação na panturrilha durante a caminhada pode ser sinal de problemas arteriais causados pela aterosclerose, doença inflamatória na qual ocorre o entupimento das artérias por colesterol e outros depósitos de gordura. Trata-se de uma enfermidade extremamente grave, que, se não tratada corretamente, pode culminar na amputação dos membros inferiores ou, até mesmo, levar a infarto do miocárdio e derrame cerebral.

As doenças da coluna também têm as pernas como ponto frequente de irradiação. Elas costumam gerar dor em fisgada, que tende a acompanhar o trajeto do nervo na face posterior dos membros inferiores e chegar até os pés. Os casos de dores nas articulações, sobretudo nos joelhos, mais proeminentes no início de um movimento, como ao levantar-se de uma cadeira, por exemplo, estão mais relacionados a problemas ortopédicos, como a artrose.

Cada uma das manifestações clínicas e sinais encontrados nas pernas têm importância fundamental na identificação de problemas de saúde. Deixar de avaliar meticulosamente esses sintomas pode ter como resultado o não diagnóstico de doenças graves, capazes de evoluir desfavoravelmente.

REFERENCIAS: Anotações pessoais - Professor André Hisberguer 
                           VIGOR - MOVIMENTO E SAÚDE

5 comentários:

  1. meu marido tenhe diabete gostaria de saber qual o char quer e bom para para a dores da pena diga o mone quer eu faso aqui o char

    ResponderExcluir
  2. mais eu tenho email e delmamaria52@hotmail.com mim mander essa resposta mesmo qual e o cha quer eu faso para ele

    ResponderExcluir
  3. Prezada leitora, boa tarde.

    Deveríamos olhar atentamente para essa dor na perna com uma anamnese detalhada e exames médicos complementares.

    Preciso também saber se o seu marido tem diabetes Tipo I ou Tipo II.

    Enquanto não souber essas respostas não posso indicar fitoterapia.

    Mas vamos lá, vou tentar ajudá-los com um cataplasma (uso tópico, aplicando com massagens leves em ambas as pernas 2x/dia e deixando agir 20min) que ajuda muito as dores nas pernas.

    Ingredientes:

    100g de Argila Verde
    1/4 xicara de chá da infusão de Centella Asiática
    1/4 xícara de chá da infusão de Hamamelis virginiana
    1/4 xícara de chá da infusão de Aesclun Hippocastanum (Castanha da Índia)

    Água morna para dar o ponto pastoso.

    Não se esqueça de comprar todas as plntas com procedência (minhas indicações Phyto Shop / Panizza ou Mãe Natureza)

    Estou à disposição, mas me retorne com exames.

    Grata pela atenção, Priscila.

    ResponderExcluir
  4. Olá, tenho 26 anos e desde pequena sinto intensas dores na parte de trás da junta das pernas, outro problema é que meus ossos do quadril se estalam quando ando e tenho uma diferença de dois centímetros e meio entre o comprimento dos ossos do quadil. Tudo isso aliado ao peso de malas que eu carregava nos ombros quando criança me gerou um pequeno desvio(escoliose),mas hoje o que muito está me incomodando é essa dor nas juntas, pode estar relacionado a esses fatores ou seria sinal de alguma doença? Valquíria.m.m

    ResponderExcluir

Obrigada por visitar o blog Saúde Verde Limão!